EFEITOS DA TERCEIRIZAÇÃO NOS CUSTOS DO SETOR DE TRANSPORTES DE INDÚSTRIA DO SETOR SUCROENERGÉTICO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47179/abcustos.v16i3.610

Palavras-chave:

Custos. Custo do Transporte. Operação de Transporte. Terceirização. Setor Sucroenergético.

Resumo

Este trabalho apresenta um estudo realizado em uma indústria do setor sucroenergético, localizada na Região do Triângulo Mineiro, no Estado de Minas Gerais, com o objetivo de captar informações para subsidiar os efeitos positivos e negativos da terceirização e como ela afeta os custos do setor de transporte da empresa. Foram coletados, do setor de transportes da indústria sucroenergética, dados dos relatórios gerenciais sobre as variações de custos de antes e depois da implementação da terceirização, que, após análise, consideraram-se suficientes para concluir acerca dos possíveis efeitos do processo. Além da coleta dos dados dos relatórios gerenciais, realizou-se a entrevista estruturada junto a chefia responsável pelo setor de transportes, onde foi possível discorrer sobre os motivos, vantagens e dificuldades na realização da terceirização. Conclui-se que o motivo principal da terceirização do transporte foi aumentar a competitividade e produtividade das operações, ressaltando como principais efeitos positivos, a redução de custos, despesas com manutenção e aquisição de máquinas e equipamentos e a melhoria da gestão de pessoal, e principais efeitos negativos foram o aumento dos custos das rescisões trabalhistas, o tempo de adaptação da empresa contratada e o desenvolvimento da gestão de contratos.

Biografia do Autor

Carlos Eduardo de Oliveira, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Doutorado em Economia pelo Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia (IE/UFU), Mestrado em Engenharia de Produção pela Faculdade de Engenharia de Bauru (FEB/UNESP), MBA em Gestão Empresarial com Ênfase em Finanças (FECAP), Graduação em Ciências Contábeis (ITE). Docente Efetivo da FACES/UFU.

Yuri de Almeida Araujo, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Graduado em Ciências Contábeis (FACES/UFU).

Érika Monteiro de Souza Alves Dias, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Doutorado e Mestrado em Engenharia de Produção (EESC/USP), Graduação em Ciências Contábeis (USP), Graduação em Ciências Jurídicas (UNAERP). Docente Efetivo da FACES/UFU.

Davy Antonio da Silva, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Mestre em Ciências Contábeis (UFMG), Docente da FACES/UFU.

Downloads

Publicado

2021-12-31

Edição

Seção

Artigos e resenhas