REGIME CONCORRENCIAL E CONTABILIZAÇÃO DE PERDAS: POSSÍVEIS CONSEQUÊNCIAS

Autores

  • Ronaldo dos Santos Alves Rodrigues Universidade Federal do Paraná https://orcid.org/0000-0001-9361-5474
  • Ademir Clemente Universidade Federal do Paraná (UFPR)
  • Alceu Souza Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC/PR)

DOI:

https://doi.org/10.47179/abcustos.v16i2.604

Palavras-chave:

Contabilização de perdas. Perdas normais e anormais. Gestão de custos. Informação contábil.

Resumo

Embora haja consenso de que o preço é uma variável mercadológica e de que é condicionado pela concorrência, o resultado operacional sempre depende da eficiência do processo produtivo, dos custos de produção. Incluir indevidamente no custo do produto valores de perdas implica não reconhecer eventuais não conformidades de produção ou de logística. Essa contabilização incorreta decorre de uma concepção errônea da gestão de custos segundo a qual não há nada a fazer uma vez que os gastos já foram realizados e pode estar associada à prática generalizada de precificar via Mark-up. Este artigo é um ensaio teórico objetivando analisar as implicações financeiras e gerenciais da contabilização incorreta das perdas decorrentes de não conformidades do processo produtivo. Do ponto de vista financeiro, a contabilização inadequada das perdas e a tentativa de recuperação repassando-a ao Mark-up compromete a competitividade da empresa e a sua sustentabilidade. Do ponto de vista gerencial, essa prática esconde deficiências de gestão e dificulta ações corretivas.

Biografia do Autor

Ronaldo dos Santos Alves Rodrigues, Universidade Federal do Paraná

Doutorado em andamento em Contabilidade pela Universidade Federal do Paraná – UFPR
Professor na Universidade do Contestado - UnC

Ademir Clemente, Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Pós-doutorado em Lógica Fuzzy Aplicada - COPPE/Universidade Federal do Rio de Janeiro
Professor da Universidade Federal do Paraná- UFPR

Alceu Souza, Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC/PR)

Doutorado em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas – FGV/SP
Professor na Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUC/PR

Downloads

Publicado

2021-08-31

Edição

Seção

Artigos e resenhas