ESTRUTURA DE CUSTOS DAS EMPRESAS DO SETOR DE VESTUÁRIO LISTADAS NA BOVESPA: UTILIZAÇÃO DA ANÁLISE DE REGRESSÃO LINEAR

Autores

  • Ari Söthe
  • Adriana Kroenke

DOI:

https://doi.org/10.47179/abcustos.v6i1.137

Palavras-chave:

Setor vestuário. Estrutura de custos. Análise de regressão linear.

Resumo

A estrutura de custos é fundamental para o gerenciamento de empresas de todos os setores e portes, pois possibilita um melhor acompanhamento do desempenho econômico e auxilia na tomada de decisão. As empresas do setor de vestuário que possuem uma rotatividade de processos bastante diversificada necessitam de um acompanhamento contínuo e rigoroso dos custos de cada operação, bem como a identificação dos custos fixos e variáveis de cada produto. O objetivo deste estudo é verificar a estrutura de custos das empresas do setor de vestuário listadas na Bovespa, com a utilização da análise de regressão linear. Para tal, foram coletados dados trimestrais do lucro líquido, receita líquida e resultado operacional das três empresas do setor de vestuário listadas na Bovespa. Nesse sentido, esta pesquisa caracteriza-se como descritiva, documental, com abordagem quantitativa. Os dados foram coletados no sítio da Bovespa e analisados por meio da aplicação da análise de regressão linear. Quanto aos resultados verifica-se que: a Botucatu Têxtil SA apresenta custos e despesas fixas superiores e custos e despesas variáveis inferiores; a Marisol SA apresenta custos e despesas variáveis superiores aos custos e despesas fixas. A margem de contribuição das empresas não apresenta diferença significativa. Apesar das três empresas analisadas serem do mesmo ramo e de capital aberto, a estrutura de custos apresenta uma diferença considerável nos custos e despesas fixas e custos e despesas variáveis.

Downloads

Publicado

2011-01-13

Edição

Seção

Artigos e resenhas